1.5.09

O meu querer

Grandes sonhos por mim impetrados,
Crescem nas aprazíveis forças interiores,
Que gritam repetidamente e fortemente:
Quero dos bosques, a pureza do ar,
Quero do entardecer, a serena beleza,
Quero do amor, a força que inebria,
Quero da criança, o sorriso que enleva,
Quero do adolescente, as suas fantasias doidivanas,
Quero do jovem, a vitalidade e a sinceridade,
Quero do amanhecer , a sua brisa escaldante,
Quero das estrelas, o brilho incandescente,
Quero das cascatas, a sua limpidez cristálica,
Quero da fé, a certeza do milagre,
Quero da vida, a esperança e a primazia do recontro.

Iracema

2 comentários:

priscylinha disse...

Professora Iracema.
Acho simplesmente lindo o jeito e a intenção com que fala das palavras. Adoro o modo de ensino e a certeza com a senhora transmite claramente dentro da sala. Tenho somente agradecer pela excelente educadora que és. Te amo muito.

Wllyssys Wolfgang disse...

Lindo demais, Iracema!!

parabéns!